+
Flores

Instalação floral do casamento


A importância das flores


O casamento, um dia de consagração e comemorações, de promessas de amor e diversão, um dia de compartilhar um conto de fadas que está escrito nas estrelas. Para que tudo isso seja credível, é bom que a organização do evento seja impecável, o que reflete melhor a história do casal, criando o ambiente evocativo certo. E que melhor do que as flores ajuda de maneira natural e colorida a montar espaços, tornando-os especiais e românticos nas ocasiões mais bonitas de nossas vidas? A decoração, muitas vezes subestimada, cria o cenário certo em que os cônjuges se moverão com segurança, entre fotos de lembrança e momentos inesquecíveis, que se tornarão memórias indeléveis. Memórias não desbotadas graças às flores, silenciosas e discretas, que pintarão os espaços dando um toque de frescura aos ambientes. A casa dos cônjuges, a igreja, o carro, a localização da recepção e o buquê da noiva são os pontos focais para uma decoração essencial, que será homogênea após um tema e uma continuidade cromática rigorosa. Desde os tempos antigos, por outro lado, as flores foram escolhidas como um símbolo de fidelidade e amor. Basta pensar nas celebradas flores de laranjeira, murta Venus, rosas vermelhas. É por isso que os noivos, na escolha da decoração, terão que pensar muito no estilo que desejam comunicar, talvez aconselhados por profissionais que já dois meses antes do casamento, após uma inspeção cuidadosa da igreja, da prefeitura ou do restaurante, saibam como elaborar um projeto de preparação em que nada é deixado ao acaso, nem mesmo um perfume muito intenso possível de algumas flores que possam perturbar o presente ou o possível frescor dos brotos que terão de durar horas.

Como se orientar na selva florida




O que seu florista dirá imediatamente é que é sempre melhor escolher entre flores da estação, para conter preços. O que pode ficar em silêncio é que as flores usadas no local da cerimônia podem ser facilmente movidas para a recepção, reduzindo significativamente o orçamento. Além disso, prosseguindo com a escolha, geralmente começará a partir de uma base branca e verde na qual adicionar flores da cor escolhida. Ultimamente muito popular, acrescentando plantas e frutas às composições, como pimentões, cerejas e ramos de pêssego em flor.
Estabelecido o gosto e as despesas, o local do casamento será o que orientará a preparação da instalação, que deverá seguir o estilo arquitetônico do local. A partir do fato de que casar em uma estufa não é muito chique, basta colocar pequenos pontos de floração ao longo da nave, nos bancos ou nas cadeiras. Quanto mais opulenta a igreja é, menos flores barulhentas serão necessárias. Nas igrejas românicas, por outro lado, simples e essenciais, até as flores devem ser discretas. Boas composições com trigo e frutas no verão, em situações rurais e informais. Menos é mais do que isso e se você realmente deseja uma decoração óbvia, também conte com velas, talvez não perfumadas para evitar a criação de misturas nauseantes. Vá em frente até as pétalas usadas no tapete até o altar ou jogadas para os cônjuges no final da cerimônia. Eles os seguirão até o carro, onde uma pequena composição embelezará o interior.

Alguns truques inteligentes




Mesmo no local da recepção, as flores seguem o estilo escolhido. Alguns lugares oferecem o serviço floral incluído. Certifique-se de que está alinhado com o proposto na igreja, para não criar notas falsas. O conselho aqui também é usar frutas, acessórios, gritos, para não desperdiçar flores e não cobrir as mesas com vasos luxuosos que impedirão os convidados de falar. Algo elegante será suficiente para combinar com a cor das toalhas de mesa.
A verdadeira decoração na qual você não economiza é o buquê da noiva, que como o vestido será cuidadosamente escolhido para exaltá-lo da melhor forma que um acessório real. A tradição diz que o noivo a compra, mas a escolha é sempre da noiva que o combina com o tipo de vestido e penteado. Cada uma terá algumas flores favoritas, mas lembre-se de não escolher flores que possam sujar o vestido, de vida curta ou muito pesada, para não ter que carregar o buquê como um fardo. Além disso, se a noiva optar por jogá-lo, é bom que não se transforme em arma.
Para testemunhas, pai da noiva e do noivo, a capitânia é uma peculiaridade inevitável, tirada do buquê será uma opção muito refinada.

Arranjo floral do casamento: Símbolos e sazonalidade


Como mencionado, ao escolher flores, é aconselhável consultar as flores da estação. Dálias, lírios, orquídeas, margaridas, rosas, camélias também são encontradas no inverno e se adaptam às cores da época. Tulipas, peônias e girassóis são quase uma prerrogativa exclusiva do verão, a menos que você queira enviá-las com despesas exorbitantes de países exóticos.
No entanto, há outro fator a considerar. As flores têm seu próprio significado. Os brancos lembram pureza, os rosados, ternura, vermelho é paixão, o ciúme amarelo. Algumas variedades também são muito sugestivas. A rua, por exemplo, lembra uma beleza de outros tempos, as tulipas são um símbolo de amor, mas também de fragilidade e a margarida inocente pode ser desencorajada em um segundo casamento. Portanto, não deixe nada ao acaso, as flores vão falar por você do seu amor a todos os convidados.