Jardim

Camélia branca


A camélia branca e seus significados


A camélia é uma planta nativa dos países do leste, especialmente na China, Japão e Coréia. Uma das mais de sessenta variedades naturais existentes, sem contar os híbridos criados ao longo do tempo, é a Camellia sinensis, da qual são obtidas as folhas do chá. Na Europa, a fábrica surgiu na década de 1700 e, em pouco tempo, conseguiu conquistar um lugar de honra nos jardins mais importantes da época, como o palácio de Caserta e o Malmaison.Na Itália, é possível admirar dois parques nos quais inúmeras variedades são mantidas: no lago Maggiore, no parque de Villa Taranto e na Isola Madre. A camélia pode ter muitas cores, mas a branca, especificamente, assume o significado de gratidão e admiração pela pessoa a quem é dada.

Além da grande beleza das flores de camélia branca, uma boa razão para optar por plantá-la em casa ou no jardim é que ela não requer muito cuidado nem é muito delicada.Se você pensa em colocá-la no chão, em um canteiro de sua preferência No espaço verde, deve-se garantir uma boa drenagem do solo, pois as camélias temem a estagnação da água. O solo deve ter características principalmente ácidas e ser rico em húmus, mas sem calcário. As camélias adoram o frio, e não o calor; portanto, você terá que escolher um canto brilhante para elas, mas não exposto à luz solar direta. O ideal seria um lugar fresco e com sombra, mas não atravessado por correntes de ar. No inverno, você precisa se preocupar apenas se a temperatura cair demais: nesse caso, será bom proteger as plantas cobrindo-as com lençóis.Camélia branca: Como cultivar o vaso de plantas



Mas a camélia branca é uma planta que floresce muito bem, mesmo em vasos: nesse caso, recomenda-se o uso de vasos de terracota ou plástico marrom. É melhor descartar os de plástico preto, porque superaqueceria demais as raízes. Também neste caso, aplicam-se as indicações já dadas sobre o solo, que deve ser drenado e à base de ácido, e o local, que deve estar em um local sombreado, mas claro. Quanto à frequência de repotting, para que as raízes possam crescer confortavelmente livremente, o vaso deve ser trocado pelo menos uma vez a cada um, no máximo dois anos. Geralmente, não precisa de poda significativa nem fertilização, se o solo for rico em nitrogênio e potássio. Deve ser regada regularmente porque teme a seca, e a cobertura morta é uma boa prática, ou seja, cobrir a camada superficial do solo com pedaços de casca de árvore.