Além disso

Como lidar com o vírus da bílis do caule em framboesas, métodos populares e produtos químicos


Os cultivadores de framboesa freqüentemente encontram mosquitos-galhas do caule. Este é um inseto perigoso que pode levar à morte de mudas, por isso é necessário se livrar dele imediatamente. No entanto, antes disso, você terá que descobrir como lidar com o microrganismo da bílis do caule das framboesas.

Descrição da praga

Primeiro você precisa se familiarizar com a descrição detalhada e características distintivas da praga.

Aparência

A principal característica do vômito biliar é considerada a sua aparência normal, o que o torna difícil de notar. Externamente, a praga se assemelha a um pequeno mosquito, cujo comprimento não ultrapassa cinco milímetros. O inseto é invisível devido ao seu tamanho pequeno e asas transparentes. O mosquito da bílis é de cor acinzentada com uma leve tonalidade marrom. O comprimento de indivíduos pequenos é de 1 a 2 milímetros, então é quase impossível detectá-los em tempo hábil em mudas de framboesa.

Reprodução

O processo de reprodução dessas pragas possui características que devem ser familiarizadas com antecedência. Durante a reprodução, as fêmeas adultas começam a pôr ovos, cuja superfície é verde com uma tonalidade verde clara. Na maioria das vezes, os ovos são colocados sob a casca dos caules, em locais de danos mecânicos. Com o tempo, as larvas emergem dos ovos, que se tornam laranja à medida que amadurecem. O comprimento dessas larvas chega a dois milímetros. Os indivíduos jovens desenvolvem-se e passam o inverno sob a casca.

O que é perigoso midge de bílis para framboesas

Algumas pessoas nem mesmo estão cientes do sério perigo que os mosquitos da bílis representam para as mudas jovens de framboesa. Os mais perigosos são as larvas que vivem dentro do caule. Eles se alimentam da seiva da planta, razão pela qual os brotos retardam o desenvolvimento. Se houver larvas demais, o ramo afetado começa a secar e morrer.

É necessário eliminar as larvas em tempo hábil, pois elas podem destruir o broto ou até mesmo um arbusto inteiro em 2 a 3 meses.

Causas de ocorrência

Para evitar o aparecimento de mosquitos, é necessário familiarizar-se com as causas da sua ocorrência. Isso inclui o seguinte:

  • o uso de uma grande quantidade de curativos de nitrogênio, devido ao qual a casca do caule começa a descamar;
  • desbastes de péssima qualidade de plantio, com o qual começam a enfraquecer;
  • má ventilação, levando a um aumento do nível de umidade e ao desenvolvimento de mosquitos da bílis.

Sinais de aparência

A fim de detectar oportunamente uma micose biliar do caule, deve-se familiarizar-se com os principais sinais de sua manifestação. O primeiro sinal de que uma muda foi afetada por uma praga são as galhas sob a superfície da casca. Mais de cinco larvas se desenvolvem em um tal espessamento do caule. Eles crescem lá até o final do outono, após o qual se movem ao longo do caule até o sistema radicular.

Outro sinal do aparecimento de pragas é a secagem dos brotos. No início, eles começam a amarelar, mas com o tempo, os caules secam.

Como lidar com uma praga?

Se um mosquito biliar foi visto em framboesas, você deve começar a lutar contra ele imediatamente.

Produtos químicos

Na maioria das vezes, o controle de pragas é realizado com produtos químicos especiais.

Inseticida "Iskra"

Freqüentemente, ao pulverizar arbustos de framboesa, o inseticida Iskra é usado. Este produto é produzido e comercializado na forma de comprimidos, que devem ser misturados com água antes do uso. Para proteger as mudas de pragas, consome-se um litro e meio da mistura a cada dez metros quadrados. Ao usar o Iskra, não é necessário o uso de luvas, pois a composição é atóxica.

"Karbofos"

"Karbofos" é considerado um remédio antigo e comprovado para lidar com insetos perigosos. Esta ferramenta é eficaz e, portanto, até é usada para matar percevejos. As desvantagens do "Karbofos" incluem a sua toxicidade, devido à qual o tratamento é realizado em equipamentos de proteção. A pulverização é realizada no máximo uma vez por temporada.

Insectoacaricida organofosforado não sistêmico "Actellik"

Esta é uma droga que tem ação intestinal. É usado para proteger o jardim e as plantações de horticultura de insetos perigosos. Entre as vantagens do remédio estão a eficácia, a duração do efeito protetor e o baixo nível de toxicidade. É necessário usar "Aktellik" não mais do que uma vez por mês.

Maneiras populares

Existem três remédios populares eficazes que podem ser usados ​​na luta contra os insetos:

  1. Tintura Tansy. Para preparar o produto, 400 gramas da planta são despejados com 5 a 6 litros de água fervente. Então todos insistem por 2-3 dias, filtrar e mexer com 9-10 litros de água.
  2. Ureia. Ao criar uma mistura para o tratamento de arbustos, são misturados 10 mililitros de ureia e 10 litros de água.
  3. Infusão de alho. Meio quilo de cabeças de alho são picadas em um moedor de carne, despejadas em água e infundidas por uma semana. Em seguida, a mistura é coada e usada para pulverização.

Medidas de prevenção

Para proteger os arbustos de framboesa plantados de pragas e doenças, é necessário borrifá-los regularmente com a mistura de bordeaux.

Além disso, os especialistas recomendam pulverizar regularmente as mudas com compostos fungicidas que espantam e destroem as pragas.

Conclusão

Jardineiros que cultivam arbustos de framboesa no local geralmente lutam com mosquitos-da-bile. Para se livrar desses insetos, você precisa se familiarizar com suas características e meios eficazes de controle.


Assista o vídeo: Dr. Thiago Jorge fala sobre Tumor de Vias Bilares (Outubro 2021).