Além disso

Como beliscar tomates em campo aberto e na estufa


Durante o cultivo do tomate, é recomendável alimentar regularmente o solo com vários fertilizantes minerais. Isso tem um efeito positivo na quantidade de safra colhida. Porém, a cobertura também contribui para o aparecimento de um grande número de ramos, o que pode interferir na formação de frutos grandes. Para livrar-se de tiros, é necessário executar a beliscadura de tomates no campo aberto. Para iniciantes, este procedimento pode parecer um tanto complicado e, portanto, é recomendável que você se familiarize com antecedência sobre como beliscar os tomates corretamente e se é necessário fazê-lo.

Informações gerais

Antes de descobrir como beliscar tomates, você precisa se familiarizar com as informações básicas sobre esse procedimento.

A principal tarefa do sistema radicular dos arbustos é a distribuição uniforme de todos os nutrientes. Durante o crescimento, a maioria das substâncias é gasta não em frutas, mas no crescimento de copas. Para reduzir de alguma forma os custos dos elementos das tampas, os tomates são beliscados.

O pastejo do tomate em campo aberto é a poda de brotos desnecessários que se formam apenas para o crescimento da planta. Muitas vezes, os enteados de mudas de tomate aparecem no seio da folha. Eles crescem entre o caule principal da planta e a folha. Para se livrar adequadamente desses brotos, você precisa saber como separar adequadamente os enteados de um tomate.

Você terá que remover os enteados dos arbustos durante todo o cultivo. Só assim se consegue uma boa e grande colheita.

A aparência dos enteados

Para entender como beliscar tomates, você precisa entender a aparência dos enteados e onde eles começam a se formar com mais frequência. Afinal, nem todo mundo sabe exatamente quais brotos precisam ser removidos para melhorar a produtividade.

O enteado é um rebento que começa a se formar a partir de um botão localizado entre o caule do arbusto e suas folhas. O crescimento deste broto não é limitado de forma alguma. Com o tempo, flores, folhas e até frutos começarão a se formar nele. É imperativo beliscar as mudas de tomate com esses brotos extras, pois um arbusto muito grosso não dá frutos bem. As folhas às vezes também são aparadas. No entanto, isso não ajudará a parar completamente o engrossamento das plantas. Apenas uma pitada completa dos tomates ajudará a impedir o engrossamento. Recomenda-se fazer isso quando a planta atingir 50 cm e o comprimento dos brotos atingir 5 a 8 cm.

Quando remover brotos

Antes de podar os brotos, você deve descobrir quando fazê-lo. Pela primeira vez, o procedimento é realizado durante o cultivo de mudas. Muitas vezes, brotos desnecessários começam a se formar em arbustos muito jovens.

Ao mesmo tempo, durante o beliscão das mudas de tomate, são retirados enteados, que têm mais de um centímetro.

Da próxima vez, beliscar tomates na estufa e no local deve ser feito após o plantio no solo. Foi nesse período que novos brotos começaram a aparecer intensamente nos arbustos. Portanto, você precisa se livrar deles periodicamente e beliscar o tomate no campo aberto uma vez por semana.

Recomendações principais

Recomendamos que você leia as dicas básicas de remoção de brotos para entender como podar corretamente seus tomates.

Muitas vezes, a remoção de enteados é realizada sem quaisquer ferramentas adicionais. Muitos produtores simplesmente os removem manualmente. Essa poda de tomate na estufa deve ser realizada com luvas. Recomenda-se realizar a quebra manual dos brotos antes do almoço, pois de manhã são suculentos e por isso são muito mais fáceis de quebrar.

Descobrir como beliscar tomates é muito simples. Durante este procedimento, os brotos são firmemente presos com o indicador e o polegar. Depois disso, eles devem ser balançados em direções diferentes até que se quebrem. Depois de beliscar, uma pequena ferida aparece no arbusto. Não deve ser tocado até que esteja completamente seco.

Você também pode beliscar tomates em campo aberto usando uma tesoura ou uma faca de cozinha comum. Este método é mais complicado do que o anterior e, portanto, vale a pena se familiarizar com a forma de beliscar tomates em uma estufa com ferramentas de corte:

  1. Você só precisa cortar um tomate em estufa com ferramentas bem afiadas para que, ao beliscá-lo, os danos ao caule sejam minimizados.
  2. Remover brotos de tomates requer certas habilidades de uma pessoa. Afinal, os movimentos das mãos devem ser precisos e muito rápidos para que o procedimento seja indolor para os arbustos.
  3. Antes de cortar os enteados na próxima planta, todas as ferramentas utilizadas devem ser desinfetadas em uma solução de potássio e água sanitária.
  4. Para evitar o surgimento de novos brotos, um pequeno pedaço do enteado deve ser deixado após a remoção.
  5. É necessário livrar-se da fuga abortada imediatamente. Se forem deixados no local, podem se tornar uma fonte de várias doenças infecciosas.

Trabalhando com arbustos indeterminados

O esquema para beliscar esses tomates é bastante simples. No entanto, você ainda deve se familiarizar com a forma correta de beliscar tomates em áreas abertas e estufas.

A principal diferença entre todas as plantas indeterminadas é que elas podem crescer continuamente. Se você não retirar os brotos desnecessários em tempo hábil, no futuro os arbustos podem ocupar todo o espaço livre da estufa.

Você pode formar arbustos de tomate de várias maneiras. Tudo depende da variedade de tomates cultivados. Durante a formação de um caule, você terá que se livrar de todos os brotos localizados nas axilas das folhas. Se os arbustos tiverem uma liga, então, antes de beliscar os tomates na estufa, a amarração deverá ser removida para colocar o caule no chão.

Durante a formação de vários caules, o número necessário de brotos deverá ser deixado na planta. Com o tempo, eles se transformam em hastes adicionais que precisam de uma liga de ligação para evitar que se quebrem. Todos os outros brotos devem ser removidos.

Trabalhando com arbustos determinantes

Freqüentemente, tomates de tamanho inferior estão entre as variedades determinantes. Sua característica distintiva é que eles param de crescer quando um pincel aparece no topo. Depois de remover brotos adicionais, a planta irá parar de formar enteados com novas folhas e escovas. Portanto, o rendimento dessas variedades é limitado aos frutos formados anteriormente.

Existem várias orientações básicas para ajudá-lo a entender como podar tomates adequadamente na estufa e no local:

  • é necessário retirar dos tomates apenas os enteados cujo comprimento seja superior a 5 cm;
  • antes de iniciar o trabalho, deve-se escolher o broto principal;
  • às vezes a liga dificulta a retirada dos enteados, por isso é melhor retirá-la durante o trabalho;
  • não é necessário retirar todos os rebentos em excesso, bastando para isso fazer o beliscão dos tomates para impedir o seu desenvolvimento.

Existem também variedades superdeterminantes que têm seu próprio princípio de podar os tomates em uma estufa. Alguns deles simplificam muito o cultivo do tomate, pois são enteados apenas uma vez. O fato é que se os enteados forem removidos antes que o pincel seja formado, eles não aparecerão no futuro. Estes incluem tomates Raketa, Yamal, Moskvich e Vershok.

Removendo folhas

Não é nenhum segredo que as folhas são um elemento importante de qualquer planta. Afinal, eles são responsáveis ​​pelas trocas alimentares e gasosas. Portanto, é necessário lidar com a sua remoção com muito cuidado para não se livrar acidentalmente de uma folha jovem e saudável.

Recomenda-se eliminar apenas as folhas que afetam negativamente o desenvolvimento do fruto. Por exemplo, isso inclui folhas que sombreiam os tomates. Se você se livrar deles em tempo hábil, isso melhorará a troca de ar da planta e acelerará o processo de amadurecimento dos tomates.

Você também precisa cortar as folhas que crescem perto do pincel da planta. É recomendável que você exclua não mais do que quatro folhas por semana. No entanto, se o arbusto for bem cuidado e não estiver doente com nada, então de uma vez você pode se livrar de seis folhas de uma vez.

No final da temporada, você pode se livrar de quase todas as folhas, exceto algumas que estão no topo dos arbustos. Este procedimento ajuda a proteger os arbustos do aparecimento de várias doenças.

Conclusão

Durante o cultivo do tomate, é imprescindível fazer a sua beliscadura. Antes disso, é recomendável descobrir como beliscar o tomate para melhorar o rendimento. Isso o ajudará a entender como beliscar tomates em campo aberto com um vídeo no qual haverá uma explicação passo a passo desse processo.


Assista o vídeo: Estufas de Vidro com 50ha de Tomate. Isto é real? Holanda! O que aprendi lá. (Outubro 2021).