Móveis de jardim

Salões de jardim


Salões de jardim


Criar uma sala de estar no seu jardim significa não apenas ser capaz de vivê-la completamente e criar um espaço funcional, mas também dar um valor estético ao próprio jardim.
Mesmo um pequeno jardim, com as escolhas certas, pode se tornar uma excelente área para relaxar e se divertir. A escolha ideal é recriar uma pequena sala de estar imersa na vegetação, para acomodar até amigos em relaxamento.
A escolha para a criação desses pequenos oásis de descanso é ampla, tanto do ponto de vista composicional quanto estético, o ideal seria ter uma mesa com cadeiras, um banco estofado, não machucaria nem mesmo um teto como um gazebo ou um guarda-chuva e para não ser subestimado, finalmente, um bom sistema de iluminação, para desfrutar de relaxamento mesmo à noite.
Grandes jardins e grandes salas de estar não são obrigatórios, apenas saber escolher elementos de mobiliário confortáveis, funcionais e originais.
Se não for possível colocar uma espreguiçadeira porque as dimensões não permitem, será suficiente encontrar um espaço suficiente para acomodar uma cadeira de balanço, uma poltrona ou mesmo um banco.
Em suma, as soluções são infinitas: para aqueles que têm muito espaço, a presença de um bom churrasco, uma cozinha ao ar livre e talvez uma plataforma na qual colocar todos os elementos seria excelente, de modo a viver bem o espaço ao ar livre, mesmo quando o chão ou a grama está molhada ou molhada.
Tudo depende do sabor, portanto, e do orçamento que temos disponível, mas sempre existe uma solução confortável e esteticamente bonita.
O critério fundamental a ser levado em consideração na compra de nossos móveis de jardim é, sem dúvida, a funcionalidade. A possibilidade de um uso eficaz do que compramos deve ser considerada.
O material de construção é um recurso a ser examinado imediatamente depois. Se queremos criar uma sala de estar em nosso jardim, estamos cientes de que todos eles são objetos que terão que ser constantemente expostos ao ar livre e a várias condições climáticas. Portanto, eles devem ser muito resistentes para que possam durar ao longo do tempo; além disso, alguns materiais precisam de cuidados especiais e manutenção mais precisa e, portanto, devemos estar preparados com antecedência sobre as características de todos os materiais possíveis a serem escolhidos.

Materiais




Muitos materiais podem ser considerados, os mais difundidos são bambu e vime que, sendo compactos, não requerem muita manutenção, exceto a limpeza normal. O alumínio é muito popular e apreciado, pois é resistente e muito robusto e fornece um toque muito especial ao jardim. Também podemos encontrar móveis de jardim em ferro que serão naturalmente tratados com produtos antiferrugem e depois pintados.
Qualquer pessoa que queira dar à sua sala de estar ao ar livre um estilo étnico ou exótico pode optar pelo rattan, que, no entanto, precisa de uma manutenção um pouco mais precisa. Sendo uma fibra vegetal, se não for tratada previamente com materiais isolados e depois mantida e reparada adequadamente, pode ser danificada e sofrer danos irreparáveis. O rattan sintético terá o mesmo efeito estético, mas garantirá muito mais resistência às fibras.
O açafrão, o jacinto aquático e o mobiliário em folha de bananeira também são bonitos, todos materiais completamente naturais. Também podemos sugerir que o ferro e a madeira são muito adequados ao mobiliário externo de casas localizadas na zona rural ou, pelo menos, em jardins muito grandes.
O plástico e o alumínio, que também são muito mais baratos que outros materiais, podem ser perfeitos para pequenos espaços, para terraços ou jardins em apoio a casas muito modernas.
Finalmente, bambu, teca e materiais lacados são bons para camas, cadeiras, mesas e bancos em qualquer sala.

Funcionalidade e duração do mobiliário




O aspecto estético é importante para a escolha dos elementos de decoração que compõem nosso espaço de relaxamento, mas ainda mais fundamental é escolher com base na facilidade de limpeza e também na facilidade de transportar esses objetos para uma área mais protegida. que o mau tempo das estações frias não causa muitos danos às estruturas. O mobiliário de jardim não é renovado todas as vezes, quando esse tipo de despesa é suportado, também se espera que os itens que compramos durem muito tempo.
Se tivermos que comprar um gazebo ou uma pérgola, é uma boa prática garantir e informar que a toalha, uma vez usada, pode ser substituída sem, portanto, ter que necessariamente recomprar toda a estrutura.

Escolha dos detalhes


Os acabamentos são o que tornará a nossa sala de estar no jardim ainda mais única.
Por exemplo, as almofadas das cadeiras ou dos sofás devem ser todas combinadas ou pelo menos coordenadas; além disso, também podem ser combinadas com uma toalha de mesa, talvez em plástico, porque será mais funcional, para ser colocada sobre a mesa. Os padrões mais adequados para jardins são os quadrados clássicos e rústicos ou os padrões florais.
Velas são os detalhes inevitáveis. Você pode comprar alguns para colocar no chão e outros para colocar na mesa, talvez até como mesa central. Alternativamente, um vaso de flores ou uma planta bonita ficará bem. Insira as velas nos suportes como uma precaução para escolher, combinada com o restante dos móveis.
Como toque final e muito especial, você pode enriquecer tudo com lanternas ou tochas no chão, que serão muito úteis durante a noite com os amigos e proporcionarão ao seu jardim uma atmosfera muito especial e sugestiva.
Por fim, se você também tiver um mirante, poderá finalizá-lo com cortinas laterais para dar romance ao seu canto de relaxamento; as cores mais apropriadas podem ser as quentes, como vermelho e laranja, mas também cores muito claras e relaxantes.