Além disso

Como cultivar e cuidar adequadamente da hortelã em uma estufa


A hortelã é apreciada não apenas por seu aroma, mas também pelas propriedades benéficas que a natureza lhe deu. Para obter plantas frescas durante todo o ano, os jardineiros cultivam hortelã em estufas. As principais vantagens desse método são a colheita o ano todo e a capacidade de não depender das condições climáticas.

Como cultivar hortelã adequadamente em condições de estufa?

A hortelã é uma planta despretensiosa. Com os devidos cuidados, a safra dará uma boa colheita mesmo no inverno. É importante que o regime de temperatura seja observado na estufa e que haja ventilação.

Preparando mudas

Existem duas maneiras de plantar hortelã: mudas e sementes.

Ao preparar as mudas para o plantio, elas são cortadas do mato. As mudas não devem ter menos de 10 cm de altura. Podem ser plantadas imediatamente no solo, mas para aumentar as chances de enxertia recomenda-se colocar as mudas na água para liberar raízes. Nesse caso, é importante controlar a germinação do sistema radicular. Para acelerar o processo, as mudas devem receber a temperatura ideal e ser irrigadas regularmente com água.

As estacas são plantadas imediatamente após o aparecimento das primeiras raízes.

Recomenda-se pré-tratar as sementes de hortelã com um compressor de aquário antes do plantio. Isso irá garantir uma germinação ideal. O objetivo é colocar as sementes na água e saturá-las com oxigênio. O material da semente deve ser seco ao ar livre antes do plantio.

Se não houver oportunidade de plantar sementes imediatamente no solo, o método de plantio com mudas é usado. Inicialmente, as sementes são germinadas em casa em caixas e, após 1,5–2 semanas, são plantadas em uma estufa. É importante hidratar a plantação regularmente. O nível de umidade não deve ser inferior a 60%.

Preparando o solo para a grama

As ervas picantes são plantadas em solo previamente preparado. É desenterrado, limpo de ervas daninhas, fertilizado com compostos minerais e orgânicos. É importante evitar o azedamento. Isso requer uma boa drenagem do local usando tijolos triturados ou cascalho fino.

Observação! Se a acidificação do solo for permitida, há uma alta probabilidade de apodrecimento do sistema radicular e perda de rendimento.

Assim, o solo drenado é essencial para o plantio de hortelã. A qualidade do solo desempenha um papel igualmente importante. A grama picante adora solo neutro ligeiramente ácido e argiloso. Solos azedos para o cultivo de hortelã em uma estufa são categoricamente inadequados.

Plantando hortelã

É melhor plantar hortelã no solo na primavera, mas plantar no verão e no outono também dará bons resultados. Depois que as raízes das mudas se desenvolvem, elas são plantadas no solo. A profundidade ideal de plantio é de 5 cm, a distância entre as mudas deve ser de no mínimo 15 cm, isso dará às plantas espaço suficiente e nada impedirá o seu crescimento.

É importante fornecer à planta a quantidade necessária de luz e a temperatura ideal. Para isso, lâmpadas e fornos elétricos são instalados em estufas.

Cultivar hortelã por meio do plantio de sementes é mais difícil, especialmente para jardineiros novatos. Se este método for escolhido, as sementes são semeadas em solo úmido até uma profundidade de 0,5 cm. Para que as mudas surjam, a temperatura na estufa não deve ser inferior a 20 graus. De cima, a área plantada é coberta com uma película até que as sementes sejam bicadas.

Para obter uma colheita de inverno, a hortelã é plantada no final de agosto - início de setembro. É importante fornecer luz natural à cultura tanto quanto possível. Se isso não for possível, você precisará usar iluminação adicional.

Princípios básicos de cuidados com a cultura

Para obter um bom resultado, é importante cuidar bem da cultura: regar na hora certa, alimentar, prevenir doenças e pragas. Aqueles que cultivam hortelã para fins industriais podem usar substrato de coco para o plantio.

Rega

A secagem do solo durante o cultivo de hortelã não deve ser permitida. A rega é feita assim que o solo começa a secar. Isso é cerca de 3 vezes em 10 dias. Em estufas, é ideal usar um sistema de irrigação por gotejamento. Para que o sistema radicular absorva melhor a umidade, o solo deve ser afrouxado periodicamente. Também é importante matar as ervas daninhas em tempo hábil, para que as plantas recebam mais nutrientes.

No verão a rega é mais frequente, no verão são reduzidas. Também é importante não permitir que a umidade fique estagnada no solo. Apesar do fato de que a hortelã é uma planta que adora umidade, uma quantidade excessiva de água pode causar doenças e morte da planta.

Top curativo

A alimentação regular de hortelã terá um bom efeito no seu desenvolvimento. Como regra, fertilizantes de fósforo e nitrogênio são usados ​​para esses fins. A cobertura é realizada durante a estação de crescimento. Alguns jardineiros preferem fertilizar hortelã com composto e esterco.

Doenças e pragas

A doença mais perigosa para uma cultura é o oídio. Via de regra, a doença ocorre devido a mudanças bruscas de temperatura. Quanto às pragas, a hortelã é suscetível ao ataque:

  • pulgões;
  • mosca branca;
  • ácaro-aranha.

Você pode se livrar das pragas borrifando as plantas com compostos industriais. Mas é mais seguro usar remédios populares.

Coleta e armazenamento

A safra é colhida no primeiro ano de plantio. Para a secagem, as folhas são arrancadas antes da floração, durante este período ficam mais saturadas com oligoelementos úteis. A hortelã é seca à sombra, depois de amarrar as plantas em cachos. Assim, a planta manterá seu aroma e propriedades benéficas durante o longo inverno.

Você também pode congelar hortelã, mas isso não vai durar mais de dois meses. As folhas cortadas são lavadas em água fria e colocadas sobre um pano fino úmido. A hortelã é armazenada na geladeira em um recipiente bem fechado. A temperatura ideal de armazenamento é de 0 graus.

Para consumo fresco, as folhas de hortelã são arrancadas conforme necessário.


Assista o vídeo: Antes de plantar hortelã assista esse vídeo!!! (Junho 2021).