Além disso

Descrição e características dos coelhos da raça menor, os prós e os contras do conteúdo


O coelho menor pertence a raças anãs. Ele é considerado bastante despretensioso e tem uma disposição amigável. Os animais se adaptam facilmente ao dono e podem reagir ao apelido. As vantagens indiscutíveis são a limpeza e a ausência de odores desagradáveis. Para que os coelhos tenham uma imunidade forte e não fiquem doentes, eles precisam de cuidados adequados e nutrição de qualidade.

Descrição e características de coelhos menores

Menor é considerada a menor raça de coelhos. O peso dos animais adultos geralmente não passa de 1,1 kg e as orelhas crescem até 6 centímetros. Nesse caso, o comprimento do corpo dos animais é de 20 a 25 centímetros. Os animais possuem cabeça achatada, corpo arredondado e orelhas curtas.

A principal tarefa que os criadores se impuseram ao criar a raça foi a obtenção de mini-coelhos de boa disposição. Os animais não são agressivos por natureza e se dão bem com as pessoas. Além disso, seu conteúdo é quase o mesmo que cuidar de outras raças.

Opinião de um 'expert

Zarechny Maxim Valerievich

Engenheiro agrônomo com 12 anos de experiência. Nosso melhor especialista em chalés de verão.

O trabalho de criação complexo levou à criação de muitas cores. Entre eles, há marders zonais de orelhas brancas e azuis. Os tipos de lã também são diferentes - há fox, angorá, rex e outros.

A principal característica desses animais é considerada uma natureza absolutamente inofensiva. Os animais não são agressivos para com as pessoas, mesmo durante a puberdade ou na alimentação dos jovens.

Prós e contras da raça

aparência decorativa;

tamanho pequeno;

caráter calmo;

cuidado pouco exigente.

A única desvantagem é a raridade. Conseguir um coelho menor de raça pura pode ser complicado.

Manutenção, nutrição e cuidados

Coelhos anões precisam de alguns cuidados. Nesse caso, recomenda-se seguir as seguintes regras:

  1. Observe o regime de temperatura. Em clima quente, os parâmetros não devem ser superiores a +25 graus. Para evitar o superaquecimento dos animais de estimação, as gaiolas devem ser sombreadas. Recipientes de gelo enrolados em uma toalha ajudam a resfriá-los.
  2. Proteja os animais de correntes de ar. Os animais não toleram os efeitos do vento ou das correntes de ar.
  3. Troque a cama em tempo hábil. Isso ajudará a evitar as principais patologias.
  4. Organize caminhadas. Os animais devem ser ativos. Portanto, recomenda-se deixá-los fazer caminhadas com duração de 30 a 60 minutos.

A nutrição adequada dos animais também é importante. Ao mesmo tempo, é importante controlar a ingestão de alimentos. A dieta deve ser baseada nos seguintes alimentos:

  • feno - sua quantidade é 150-200 gramas;
  • vegetais - coelhos anões podem dar pepinos, rabanetes, couve-flor;
  • verduras suculentas - urtigas, dentes-de-leão, trevo são úteis para os animais;
  • frutas - é permitido usar peras, bananas e maçãs;
  • ração granulada a seco - é importante escolher a composição certa, levando em consideração a raça.

Legumes e frutas são adicionados à dieta como ingredientes adicionais. Isso deve ser feito em pequenas quantidades. Ao mesmo tempo, é proibido dar batatas, leite e ameixas aos animais de estimação. O mesmo vale para frutas cítricas e repolho roxo. Contra-indicado para animais e doces.

As sutilezas da criação de coelhos anões

Coelhos anões são capazes de se reproduzir intensivamente. A fêmea traz de 12 a 16 filhotes e pode alimentá-los por 30 a 45 dias. Os coelhos dão à luz em qualquer época do ano. Nesse caso, a fertilização ocorre até 2 dias após o nascimento. O curto período de desenvolvimento intrauterino permite que as mulheres dêem à luz de 6 a 9 vezes durante o ano.

Os filhotes nascem absolutamente indefesos. Além disso, possuem olfato e equilíbrio bem desenvolvidos. Os olhos se abrem em coelhos por 12-14 dias. Com 3 semanas de idade, os filhotes deixam o ninho. Nesse ponto, eles podem começar a se alimentar por conta própria. É necessário remover os coelhos anões da mãe com 8 semanas.

Doenças freqüentes

Sujeitos às regras de cuidado de animais, eles se distinguem por uma forte imunidade. No entanto, às vezes os animais enfrentam várias doenças. Estes incluem estase gastrointestinal, dermatite urinária, coccidiose, mixomatose, pasteurelose.

Existem vários sintomas que devem alertar o proprietário do coelho:

  • o animal está escondido em lugares incomuns;
  • a pelagem fica desgrenhada e sem brilho;
  • o animal perde o apetite;
  • o coelho tem prisão de ventre ou diarreia;
  • o animal tem muita queda de cabelo.

Caso apareçam tais sinais, o animal deve ser imediatamente mostrado ao veterinário e suas recomendações devem ser rigorosamente seguidas. O coelho menor pertence às raças anãs. Tem muitas vantagens. Este animal se distingue por sua aparência decorativa e caráter calmo. Para que o animal se desenvolva normalmente e não adoeça, é preciso cuidar bem dele.


Assista o vídeo: MEU MINI COELHO - CUIDADOS E ETC. (Outubro 2021).