Além disso

Por que os pepinos estão vazios e o que fazer a respeito


Existem razões compreensíveis pelas quais os pepinos estão vazios por dentro. Se tal infortúnio aconteceu com a plantação, na próxima temporada você precisa corrigir os erros. Aqui estão as principais áreas a serem observadas ao cultivar pepinos:

  • microclima;
  • rega;
  • qualidade do solo e nutrição balanceada;
  • características varietais e colheita oportuna;
  • doença.

Trataremos cada item separadamente para entender nossos erros e não repeti-los novamente. Os fatores listados afetam a qualidade da fruta no cultivo de pepinos em campo aberto e em estufa.

Características de colheita e variedade

Os residentes de verão, que raramente vêm a sua casa de campo, coletam pepinos ocos com mais frequência do que outros. Durante o pico de frutificação, a colheita dos pepinos jovens deve ser realizada todos os dias, ou pelo menos em dias alternados. A colheita uma vez a cada 5 - 7 dias leva ao fato de que os verdes estão maduros demais e vazios aparecem neles.

A seleção cuidadosa de sementes para o plantio pode resolver o problema. Os híbridos devem ser preferidos. Na embalagem com sementes, ao lado do nome deverá constar a designação F1. A maioria dos híbridos mais novos não forma espaços vazios no interior da fruta. Se você ler atentamente a descrição da variedade impressa na embalagem, poderá encontrar sementes com as características desejadas para cultivo em estufa e ao ar livre.

Na hora de escolher as sementes, outra característica é importante - a finalidade de uso. Pelo valor desta característica, todas as variedades (híbridos) são divididas em 3 grupos:

  • salada;
  • universal;
  • comida enlatada.

Com menos frequência, os pepinos para conservas são ocos, seguidos pelos universais; na maioria das vezes, as variedades de estufa para fins de salada crescem e se tornam vazias.

Microclima

Você pode falar sobre o microclima ao cultivar safras em uma estufa. Em campo aberto, a umidade e a temperatura do ar são determinadas pelo clima. A grande diferença entre as temperaturas noturnas e diurnas em agosto leva à formação de cáries nos frutos.

Em terreno protegido, esse problema não é tão urgente; no jardim, os canteiros de pepino precisam ser cobertos com material de cobertura à noite para manter a temperatura ideal à noite.

A cobertura melhorará a formação dos frutos, pois os pepinos crescem à noite e a temperatura necessária para o crescimento das plantas deve ser superior a 20 ° C.

Rega

Uma condição muito importante para a qualidade da fruta é uma rega adequada. A irrigação insuficiente afeta negativamente a qualidade da polpa do pepino. Especialmente a falta de umidade afeta em climas quentes. A irrigação extensiva após um período prolongado de seca deteriora o desempenho das commodities.

Este problema pode ser resolvido de várias maneiras:

  • organizar um sistema automático de irrigação por gotejamento;
  • cobrir o solo sob os arbustos com uma camada de cobertura morta (15 cm);
  • regar com regador, mas regularmente, evitando que a camada superior seque.

A cobertura morta do solo não só permite reter a umidade, mas também ajuda a melhorar a estrutura do solo, o que afeta diretamente a nutrição das plantas e, portanto, a qualidade dos frutos e a densidade da sua polpa. Ao cuidar de uma cultura, é preciso lembrar que a umidade do solo deve ser constante e não cair abaixo de 75%.

Qualidade do solo e nutrição balanceada

Com o uso inepto de fertilizantes orgânicos e minerais, você pode obter uma safra de má qualidade.

Pepinos com lacunas no interior são matérias-primas pobres e não são o melhor produto para fazer saladas.

Se a polpa do pepino fresco tiver uma estrutura solta, é necessário analisar o esquema de alimentação. Talvez, ao aplicar fertilizantes ao solo, o equilíbrio entre nitrogênio, fósforo e potássio tenha sido perturbado. As cáries no interior do fruto aparecem quando há excesso de nitrogênio. Freqüentemente, ocorre um desequilíbrio com a introdução simultânea de matéria orgânica (esterco) e uréia.

Para evitar esse problema, ao preparar o solo na primavera (outono), aplique húmus e fertilizantes minerais sob os pepinos na taxa. A taxa é determinada com base na estrutura do solo: para diferentes tipos de solos (argiloso, argiloso, arenoso), são necessárias suas próprias proporções de fertilizantes.

Para uma nutrição equilibrada de pepinos, é melhor usar fertilizantes minerais complexos. A embalagem sempre indica a proporção dos principais nutrientes. É preciso lembrar que durante a formação dos ovários e frutos, a planta precisa de mais potássio, durante a floração precisa de fósforo, e o nitrogênio é necessário no período inicial, quando a massa verde está crescendo ativamente.

Doenças

O pepino é uma cultura sensível às flutuações de temperatura. O estresse para ela é um aumento da temperatura acima de 30 ° C e uma queda abaixo de 10 ° C. Durante o estresse, a imunidade diminui e o risco de doenças infecciosas aumenta.

Defeitos podem se formar em pepinos se o arbusto estiver infectado com um vírus. As perdas de safra por doenças virais são significativas. Por exemplo, a necrose viral reduz os rendimentos em 20%, ou mesmo 50%.

Você pode evitar a deformidade dos frutos e a morte das plantas por doenças virais se seguir algumas regras:

  • rotação de colheitas;
  • sementes saudáveis;
  • variedades resistentes a vírus;
  • preparo do solo antes do plantio com fungicidas;
  • nutrição balanceada e irrigação.

É possível aumentar a imunidade das plantas na estufa (solo) com a ajuda de reguladores de crescimento, que devem estar no arsenal de todos os residentes de verão. Aplicando-as nas proporções requeridas, consegue-se uma colheita plena mesmo em más condições climatéricas.

Eliminar os motivos pelos quais os pepinos estão vazios por dentro ajudará a melhorar a qualidade da colheita. No inverno, os potes não contêm frutas moles e enrugadas, mas pepinos firmes e crocantes.


Assista o vídeo: 12 Coisas Que Suas Fezes Dizem Sobre Sua Saúde (Junho 2021).