Equipamento

Cultivador


O cultivo de plantas e flores, mas também de extensões inteiras de terra, pode ser realmente cansativo. A aplicação de todas as técnicas de melhoria do solo também exige muito esforço, atenção e trabalho meticuloso. No passado, todos esses trabalhos exigentes eram feitos à mão ou com ferramentas manuais. Hoje, graças às recentes descobertas em tecnologia e novos processos de inovação, é possível usar ferramentas elétricas modernas. Entre eles, também os cultivadores rotativos, agora indispensáveis ​​nos processos de trabalho do solo. Em nossa seção, dedicaremos amplo espaço aos vários modelos de cultivadores rotativos atualmente disponíveis. Dentro do conteúdo único, também focaremos em suas características e funcionalidades e em outros aspectos que podem ser úteis na escolha dessas ferramentas.Neste texto de apresentação, enquanto isso, explicaremos o que são os cultivadores rotativos. Essas ferramentas são fornecidas ao meio como trator e como cortador de grama. Na realidade, eles incluem múltiplas funções, mas a principal é a moagem do solo, ou enxada e pique o solo e a planta permanece nele durante o decorrer das estações. A moagem permite que o solo seja reduzido a pequenos torrões, o que é ideal ao preparar o canteiro. A moagem e o corte simultâneo de grama e outros restos de plantas também ajudam o solo a respirar melhor e permitem que a água, o ar e a luz penetrem mais facilmente. Além disso, as plantas trituradas podem ser enterradas para formar um composto que fertilize e fertilize melhor o solo. Como você pode ver, os cultivadores rotativos permitem fazer muitas coisas. Por serem multifuncionais, essas ferramentas também permitem substituir as lâminas do cortador por outras para cortar o gramado.No mercado existem diferentes modelos de cultivadores rotativos: do menor ao maior, do mais leve ao mais poderoso. O mecanismo de trabalho dessas ferramentas é acionado por motor, pode haver alguma diferença no mecanismo de transmissão, que varia de um modelo para outro. Alguns modelos são de transmissão manual, outros de corda, outros com engrenagens de banho de óleo. Em vez disso, o motor é alimentado a gasolina. A capacidade do tanque de abastecimento varia sempre de acordo com o modelo: os cultivadores rotativos menores podem ter capacidade para três litros, enquanto os maiores, de cinco litros. A escolha entre um modelo e outro não depende apenas da superfície a ser trabalhada e do tipo de trabalho a ser realizado, mas também do tipo de solo. Em solos mais duros e calcários, por exemplo, pode ser necessário fresar mais profundamente e com ferramentas mais poderosas. Nesses casos, é necessário escolher não apenas cultivadores rotativos de maior potência, mas também com lâminas e enxadas maiores e com uma profundidade de corte e fresagem verdadeiramente máxima. Os varejistas especializados, no entanto, são capazes de satisfazer todos os gostos e necessidades.A vida útil do cultivador rotativo depende da maneira como ele é mantido, controlado e utilizado. O trabalho de fresagem deve ser realizado preferencialmente em dias amenos, livre de chuva e umidade. Isso permite que as lâminas da ferramenta durem muito tempo e, portanto, não as oxidem ou enferrujem. Após o uso e com a máquina desligada, os restos de solo e vegetais também devem ser removidos. A remoção é realizada apenas com as ferramentas específicas indicadas no manual de compra. Quando não estiver em uso, o cultivador rotativo deve ser colocado em locais secos e seguros. Para limpá-lo e espaná-lo, use apenas os métodos e produtos indicados pelo fabricante. As lâminas e o cortador devem ser lubrificados com óleo. Para evitar danos ao motor, também é necessário verificar periodicamente o óleo lubrificante. Essa verificação deve ser feita por cerca de dez minutos com o motor desligado. Por outro lado, é proibido o uso de jatos de água para a limpeza do próprio motor. O óleo do motor e da caixa de engrenagens também deve ser descartado de acordo com as leis atualmente em vigor. No caso de demolição, as várias partes do cultivador rotativo devem seguir as regras de coleta e reciclagem separadas, portanto: as partes metálicas devem ser separadas de acordo com o tipo de metal, para que as peças de aço sejam recicladas e derretidas separadamente das outras ligas ou materiais. Os preços do cultivador rotativo variam de acordo com o modelo, dimensões, qualidade e potência do implemento. No mercado, existem tratores de duas rodas que custam oitocentos euros e outros que custam mais de dois mil euros. As diferenças de preço referem-se aos parâmetros que acabamos de indicar, modelo, tamanho, qualidade e potência. Para economizar dinheiro, você pode comprar cultivadores rotativos usados. As ferramentas usadas geralmente custam cerca da metade do que as novas. Para não ficar desapontado, recomendamos testar as condições do cultivador rotativo usado. Somente após verificar as boas condições e o funcionamento, você poderá prosseguir com a compra.