+
Equipamento

Ferramentas de óleo e vinho


A vida no campo é composta de muitas coisas pequenas, trabalho agrícola, colheita de frutas e produção de produtos derivados da própria colheita. Se você cultivar videiras e oliveiras, obterá uvas e azeitonas e também vinho e óleo. Estes produtos são processados ​​nas adegas e nas usinas, respectivamente. Às vezes, no entanto, se você possui um terreno com videiras e oliveiras, esses produtos podem ser processados ​​e usados ​​para uso particular. A colheita de uvas e azeitonas é uma prática muito comum nas regiões agrícolas e há muitas famílias de agricultores que usam os produtos da terra para produzir bom vinho e excelente azeite caseiro. A produção desses preciosos produtos alimentícios é realizada graças ao uso de ferramentas específicas. De fato, várias ferramentas são usadas para a coleta, processamento e armazenamento do produto. Suas modalidades de funcionamento e suas características merecem ser estudadas em profundidade, com uma seção especial rica em conteúdo, que inclui desde instrumentos para a colheita de frutas até instrumentos para espremer e preservar o produto final. . Se o mesmo produto for vendido, as ferramentas também serão enriquecidas com garrafas, tampas e recipientes. No entanto, as ferramentas usadas para produzir óleo e vinho variam de acordo com o tipo de produto. As ferramentas de coleta, por exemplo, são diferentes para uvas e azeitonas. O primeiro é coletado à mão; enquanto as azeitonas, com ferramentas ou máquinas especiais. Para a produção de azeite, agitadores, guarda-chuvas interceptadores, facilitadores para a colheita, são utilizadas a colheitadeira de azeitonas para pendurar frutas, desfolhantes, pentes vibrantes, cravo e espremedor, a partir da colheita de frutas. . Para a produção de vinho, são utilizados: o triturador de rolos, uma ferramenta manual que tritura as uvas após a colheita para reduzi-las em mosto, o triturador de desengate, uma ferramenta mecânica que separa as uvas dos caules (galhos lenhosos), das prensas durante a trituração bombas, cubas de fermentação e barris. As ferramentas comuns para o processamento de óleo e vinho são as prensas e recipientes. Os primeiros são usados ​​para separar peles e ossos, ou bagas e cascas, para obter o suco de azeitonas e uvas, respectivamente, a partir do qual o óleo e o vinho serão produzidos. Os recipientes para óleo e vinho servem para preservar os produtos e garantir sua qualidade, mas também sua boa fermentação. Os modernos contêineres para óleo e vinho são em aço inoxidável, um material capaz de manter inalterada a qualidade do produto final. Esses recipientes, se pequenos, também são usados ​​para autoconsumo. Nas adegas e nos moinhos profissionais, são utilizados recipientes específicos que protegem ao máximo a cor, o cheiro e o sabor do produto final. Nessas estruturas, agora são utilizados grandes recipientes de aço inoxidável com um bico de distribuição. Os recipientes mencionados anteriormente substituíram os tradicionais, ou seja, o barril de carvalho para garrafas de vinho e vidro por paredes externas cobertas de palha. Para a produção de vinho também é utilizado o mostímetro, um dispositivo que permite medir a acidez do mosto e o nível de açúcar do mesmo. Outras ferramentas são os vazadores, que permitem transferir o produto para os contêineres.Há muitas ferramentas de óleo e vinho e seria realmente impossível listá-las todas, e é por isso que lhes dedicamos uma seção específica, rica em informações. Seja para fins profissionais ou particulares, todas as ferramentas de produção de óleo e vinho devem preservar e garantir a qualidade do produto final. Os recipientes, por exemplo, devem ser armazenados em condições precisas de umidade e temperatura. Essas condições podem ser recriadas usando condicionadores de ar apropriados. Note-se também que os barris de carvalho para vinho também garantem o envelhecimento dos mesmos sem o depósito de compostos sólidos. Se azeitonas e vinho são produzidos para uso profissional, também é necessário ter máquinas para engarrafar e rotular. Para pequenas quantidades para uso particular, garrafas e tampas devem ser apertadas à mão. A qualidade do produto também é garantida por boa preservação. Os recipientes com vinho e óleo devem, portanto, ser armazenados longe do calor e da luz solar. O produto engarrafado pode ser armazenado em armários especiais. As ferramentas para óleo e vinho são muito mais específicas do que as de atividades comuns de jardinagem. Frequentemente incluídas nos acessórios para atividades profissionais, essas ferramentas podem ser compradas em pontos de venda especializados no fornecimento de ferramentas e móveis para bares e adegas. Os custos das ferramentas de óleo e vinho dependem do tipo de produção, do mecanismo operacional e do tamanho da ferramenta. Os pequenos recipientes de aço inoxidável para óleo e vinho não custam mais de setenta euros, enquanto os profissionais com capacidade superior a duzentos litros podem custar até mil e quinhentos euros. Até as ferramentas mecânicas de coleta têm um determinado preço. Se se pretende, portanto, produzir petróleo e vinho por razões profissionais, é aconselhável elaborar um plano de negócios com os possíveis custos e receitas potenciais, a fim de também solicitar um possível financiamento.