+
Jardim

Faia


Necessidades de água


A faia, do nome científico Fagus, é uma árvore que pode atingir 30/40 metros de altura, muito presente nos bosques dos Apeninos e Alpes, áreas com temperaturas amenas e frias. O clima ideal para o cultivo de faia é definido como oceânico, caracterizado por uma alta umidade atmosférica. Em particular, é uma planta que teme os excessos de calor ou frio. Pertence à categoria de plantas acidófilas, portanto, necessita de solo ácido com um pH não superior a 6,5 ​​e rega frequente. Em áreas arborizadas, é satisfeita com a água da chuva, enquanto no cultivo de espécimes menores é aconselhável regar o solo regularmente a cada 2/3 dias. As plantas jovens, especialmente nos dois primeiros anos de vida, correm o risco de morrer se não receberem a quantidade certa de água. O solo não deve conter água estagnada, deve secar no intervalo entre uma irrigação e outra.

Cultivo



A faia favorece o solo calcário, rico e bem drenado. Cresce bem em áreas úmidas pelo menos 500 metros acima do nível do mar. Não é adequado para o cultivo em vasos, mas possui uma espécie um pouco menor que também pode ser cultivada em áreas urbanas, geralmente em jardins. A semeadura é preferível em outubro, resultando em um transplante de dois anos. Ao preservar as sementes presentes no fruto sob a areia úmida, é possível, na primavera, semear o solo para multiplicar o cultivo. Aguarde pelo menos dois anos pela primeira poda em caso de cultivo de sementes. O período recomendado para poda é o inverno, quando as folhas são arrancadas. Sempre trate as feridas cortantes com mástique, pois a faia tende a manter as cicatrizes muito óbvias e sem graça.

A terra



Antes de plantar a faia, é uma boa prática preparar o solo, fertilizando-o com substâncias orgânicas, como húmus de minhoca ou estrume. O fertilizante de estrume se mistura bem com o solo em profundidade; É uma mistura de esterco seco e umidificado, rico em nutrientes para o solo. Esta operação pode ser repetida após três anos. Anualmente, estimula o crescimento de sua planta com pellet ou fertilizante solúvel, fazendo com que ela absorva bem o solo. Para manter o solo com a acidez correta, é aconselhável administrar periodicamente sulfato de ferro. Antes de plantar uma planta, é uma boa prática preparar o solo. Misture o estrume no substrato e prepare uma cobertura ácida usando uma compostagem de folhas de carvalho ou serragem de abeto.

Faia: Exposição e parasitas



A faia teme a seca, favorecendo áreas frias. Durante a estação quente, é aconselhável regar também as árvores adultas, embora elas tendam a se contentar apenas com a água da chuva. No caso de uma árvore jovem a ser plantada, é preferível escolher uma área brilhante, mas não muito ensolarada. As árvores jovens temem mais o ataque de pragas de animais. Os pulgões favorecem a primavera a se estabelecer nos botões, enquanto os besouros e dípteros procuram galhos recém-desenvolvidos. Em plantas ainda jovens, o solo úmido e com água estagnada pode favorecer a podridão das raízes. Trate prontamente espécimes jovens de faia, evitando o risco de morte. As plantas sofrem no total e tendem a amarelar as folhas após um ataque de pulgões. A podridão de mudas jovens pode ser reconhecida a partir das lesões necróticas presentes no colo ainda jovem da planta.