Jardim

árbuto


Quanto e quando regar o medronheiro


O medronheiro precisa de rega diferente, dependendo se é uma planta adulta ou não. De fato, normalmente, no primeiro ano de vida, as irrigações devem necessariamente ocorrer com mais frequência, especialmente nas estações em que as chuvas são muito escassas. Com o passar dos meses, as irrigações devem diminuir drasticamente. O medronheiro, quando adulto, é muito resistente à seca. Apesar disso, as irrigações são concedidas exclusivamente naqueles anos particularmente secos, onde praticamente nunca chove e no verão. Em média, a rega deve ocorrer a cada 15 dias. Muito importante é não favorecer absolutamente as estagnações da água, temidas pelo medronheiro pelos danos irremediáveis ​​que podem surgir nas raízes.

Como cultivar e curar o medronheiro corretamente



O medronheiro não é absolutamente uma planta que precise de habilidades especiais para ser cultivada com sucesso. Os solos ideais devem preferencialmente ser neutros ou pobres, caracterizados por acidez, siliciosos ou vulcânicos e perfeitamente drenados. As necessidades de cultivo e cuidados são quase inexistentes. Uma vez que as raízes do medronheiro se enraízam, é de fato uma planta completamente autônoma. A multiplicação ocorre por sementes, a serem realizadas no final do inverno, em uma mistura de turfa e areia em partes iguais para manter a umidade até a primavera. Também é possível multiplicar o cultivo. O plantio, em ambos os casos, deve ocorrer definitivamente após cerca de 2 anos. Primeiro, as plantas devem ser absolutamente protegidas ou em estufas especiais.

A importância da fertilização



Embora o medronheiro seja uma planta que não precise de cuidados excessivos, a fertilização também assume um aspecto bastante importante em seu cultivo. Na primavera, é necessário fornecer a adubação do medronheiro com um fertilizante orgânico adequado. Somente assim a planta pode se desenvolver perfeitamente. Os elementos absolutamente indispensáveis ​​são nitrogênio, fósforo e potássio, muito úteis para preparar a planta para o inverno. As doses perfeitas são as indicadas na embalagem do fertilizante escolhido e devem ser respeitadas de maneira muito escrupulosa. A fertilização pode ocorrer regularmente e, em qualquer caso, pelo menos duas vezes por ano e exclusivamente na primavera. Uma pequena rega é útil para favorecer a absorção do fertilizante.

Medronheiro: Exposição e possíveis doenças



O medronheiro deve preferencialmente ser colocado em áreas ensolaradas. Especialmente em áreas com clima mais quente, a localização ideal também pode ser representada pela semi-sombra. Depois de crescer, no entanto, o medronheiro não tem medo do frio, mesmo que os ventos frios sejam temidos. Os mais úmidos são relativamente mais tolerados. Nas regiões do norte da Itália, a melhor exposição é para o sul, tendo o cuidado de proteger a planta da corrente fria. O medronheiro é muito raramente vítima de uma doença. Aqueles que às vezes podem aninhar existem pulgões, facilmente eliminados com um pesticida especial. O que causa muito sofrimento ao medronheiro é a falta de iluminação, que carrega cogumelos nas folhas.