Frutas e Legumes

Semeando ervilhas


Sementeira e irrigação


As ervilhas são semeadas diretamente em campo aberto. Teremos de garantir a quantidade certa de água para a planta jovem. Antes de marcar, ele precisará de um solo que sempre permaneça úmido, com uma taxa de umidade alta e constante, para favorecer a germinação. As mudas de ervilha crescerão mesmo sem intervenção adicional, especialmente durante as estações caracterizadas por chuvas intensas. A planta de ervilha tolera tanto a precipitação fria quanto atmosférica e curtos períodos de seca. O importante é evitar trocas perigosas de água, tentando não afogar a planta estagnando a água. Ao escolher o sistema de irrigação, podemos optar pela solução manual com um regador, ou você pode escolher o sistema fixo, planejando as operações de rega durante o verão de 2 a 3 por semana, quando o calor fica tórrido.

Como cuidar de ervilhas



O cultivo de ervilhas não requer cuidados especiais e também pode ser feito por pessoas inexperientes que não têm um polegar verde. A primeira consideração a fazer diz respeito à escolha de variedades vegetais, comprando-as no viveiro ou partindo das sementes. Se decidirmos cultivar ervilhas em vasos, teremos que optar pelas variedades anãs, que crescem cerca de meio metro de altura. As outras variedades são alpinistas e precisam de apoio para crescer. A planta de ervilha é muito resistente e não tem medo do tempo frio. Pode ser útil, no entanto, usar cobertura morta, de preferência usando material natural, como aparas de grama ou casca, que também liberam nutrientes importantes. A função da cobertura morta é, além de protetora, estabilizadora do ponto de vista da umidade.

Solo para semear ervilhas



As ervilhas raramente são semeadas em canteiros, transplantando-as mais tarde. De fato, as ervilhas brotam com muita facilidade, mesmo a temperaturas acima de 8 ° C. Além disso, o sistema radicular das mudas jovens seria muito delicado e arriscaria arruinar. A operação realizada diretamente em casa deve ser realizada em terra já pronta. A preparação é realizada com adubo orgânico e, opcionalmente, composto natural. Quando o solo absorve os nutrientes, pode ser passado para a semeadura real, separando as ervilhas de 20 cm uma da outra e pelo menos 70 cm entre as fileiras paralelas. Eles podem ser semeados no outono, entre os meses de outubro e novembro e na primavera, a partir do final de fevereiro. Um novo procedimento de fertilização não deve ser necessário durante o crescimento. Se necessário, é recomendado quando as primeiras flores desabrocham, para favorecer a frutificação.

Semear ervilhas: Exposição de ervilhas e doenças



As ervilhas podem estar ao sol e em uma área do jardim onde a radiação direta chega a maior parte do dia. Eles se adaptam aos climas de todas as regiões da Itália e podem ser cultivados com sucesso tanto nas colinas quanto nas planícies. Eles são bastante resistentes aos fenômenos atmosféricos e toleram até invernos bastante frios. Já da semeadura, eles são fáceis de marcar, mesmo em meses como os do outono, nos quais os outros vegetais não germinam. É útil lembrar que após o cultivo, seria bom não remover as raízes do solo porque, como todas as leguminosas, até as ervilhas se comportam como fertilizantes naturais, enriquecendo o solo para as culturas subseqüentes. Na fase de crescimento, eles podem ser atacados por doenças, mesmo que seja raro serem doenças fúngicas reais. Em geral, é suficiente corrigir a prática de rega, limitando-a quando for estritamente necessário.


Vídeo: FAZER REGOS E SEMEAR ERVILHAS (Dezembro 2020).