Jardim

Onde e como cultivar a azálea


Regue a azálea corretamente: quando e quanto


Uma das operações às quais devemos prestar mais atenção no cultivo da azálea é a rega. Erros nesta fase, de fato, causam problemas irreparáveis ​​para a vida útil da planta. Na primavera e no verão, as azáleas devem ser regadas regularmente, sem, no entanto, deixar o solo muito encharcado. Por outro lado, no inverno, a rega é necessária apenas quando o solo está excessivamente seco. As versões das azáleas sempre verdes, por outro lado, devem ser regadas o ano todo, independentemente da estação. O solo da azálea deve estar bastante úmido, portanto é necessário ajustar a quantidade de água nesse importante parâmetro. A ausência de estagnação da água que possa comprometer irreparavelmente a azálea, fazendo-a apodrecer, é fundamental.

Cultivar e curar adequadamente uma planta de azálea



O cultivo da azálea é fundamentalmente bastante simples e adequado, por esse motivo, mesmo para iniciantes. O tipo de solo é de fundamental importância. Deve ser ácido, com pH 5. Os solos devem ser ricos em elementos orgânicos e bem drenados. As azáleas não devem ser plantadas muito profundamente porque têm raízes bastante rasas. O primeiro tratamento para as azáleas começa no local em que são plantadas. Sob as coníferas, é um lugar perfeito. Para o correto isolamento das raízes, é aconselhável colocar uma camada de agulhas de pinheiro sobre as raízes. Quando as flores atingem o final de sua floração, elas devem ser removidas e a poda deve ocorrer para proporcionar mais ventilação à planta.

Como e quando fertilizar a azálea corretamente



Para crescer em todo o seu esplendor, a azálea precisa ser adequadamente fertilizada. Uma vez que a planta tenha completado seu enraizamento no solo, é necessário prosseguir com a fertilização usando fertilizantes projetados especificamente para plantas acidophilus, tanto na forma granular quanto na líquida. As adubações devem ser realizadas em intervalos regulares, entre os meses de fevereiro e julho, geralmente a cada 15 dias, tendo o cuidado de usar o sequestreno de ferro. As doses de fertilizantes devem sempre ser reduzidas em comparação com as indicadas na embalagem do produto. Isso ocorre porque as azáleas são plantas que podem viver em solos muito pobres (e na maioria dos casos é assim) e às quais, por esse motivo, elas não gostam muito de estímulos excessivos.

Onde e como cultivar a azálea: Exposição, doenças da azálea e possíveis remédios



As azáleas certamente preferem climas temperados, mas sobrevivem muito bem, mesmo em áreas diferentes (geralmente não sofrem excessivamente entre -10 ° C e + 20 ° C). No inverno, a melhor exposição é, sem dúvida, no sul, posicionada ao lado de uma parede para proteger a planta dos ventos mais frios. No verão, lugares frescos ou à meia sombra são perfeitos. A umidade do ar sempre deve ser alta e, geralmente, quanto mais o clima é quente, mais a exposição deve ser mantida fria.A podridão é um dos problemas que mais afeta as azáleas. É essencialmente devido às raízes excessivamente úmidas, por isso é essencial reduzir a quantidade de água administrada. Outra doença importante é a chamada "clorose", que se manifesta com evidente amarelecimento das folhas. Indispensável para intervir no pH do solo com melhoradores de solo compostos por quelatos de ferro.